Uma Breve Introdução Ao Black Hat

Existe muita polêmica e discussão que envolve este tema. Uns amam, outros odeiam. É difícil ficar indiferente. Seja como for, isto pode impactar o seu bolso! E é por isso que este assunto nos interessa e muito!

Existe muita desinformação que permeia o assunto. Para muitas pessoas, é uma completa novidade. Muitos definem o profissional Black Hat como alguém que utiliza avançados conhecimentos em informática e internet para ganhar dinheiro cometendo crimes. Seria uma espécie de hacker ou cracker. Ele também é injustamente confundido com pessoas que querem baixar e usar cursos de graça, além de várias outras conotações desagradáveis e pejorativas. Felizmente, técnicas de Black Hat não possuem qualquer relação com estas práticas.

Não estou sugerindo que você comece a violar as leis para poder trabalhar como afiliado e ganhar suas comissões. Black Hat não é isso! Mesmo com a definição correta eu tenho certeza que muitos irão achar estas práticas ruins, desonestas e não irão querer aplicar em seus projetos. É uma decisão pessoal.

Eu até compreendo. algumas críticas. Você pode colocar facilmente um site em primeiro lugar no Google com pouco trabalho e gerar muitas vendas. Seu colega pode usar técnicas tradicionais e não conseguir resultado algum, mesmo fazendo um esforço para puxar um trem. Fica aquela sensação que você está sendo desonesto e passando seu amigo para trás. É verdade, você ganha uma vantagem injusta e absurda para a grande maioria da sua concorrência. Porém, a escolha sempre estará em suas mãos.

O que é Black Hat?

Para não ficar um post gigantesco podemos definir de forma simplista os dois lados da moeda:

White Hat: Uma pessoa que deseja posicionar um blog nos motores de busca seguindo a risca TODAS as suas diretrizes e normas. O cara que quer fazer tudo certinho, seguindo a cartilha do Google.

Black Hat: Uma pessoa que quer fazer o mesmo, porém, ele se utiliza de programas automatizados e manipula ações que o permitirão ficar bem posicionado no Google. Esta prática pode ir além de posicionar sites no Google, mas é apenas um exemplo ilustrativo. O tema é extenso.

Um exemplo prático:

Não conhecemos os detalhes do funcionamento do algoritmo do Google. A premissa é que sites relevantes para o usuário apareçam sempre nas primeiras posições. Não deveríamos tentar interferir neste quesito. Devemos sempre acreditar que os critérios do Google são soberanos e os sites em primeiro lugar sempre são os mais relevantes. Eu discordo, mas este é assunto para outro post.

O que o White Hat faz? Ele procura escrever ótimos textos na esperança que o Google perceba sua qualidade e o presenteie com uma boa posição nas buscas. Ele cria um artigo e cruza os dedos para ter resultados.

O que o Black Hat faz? Ele tenta entender quais são os fatores que o algoritmo do Google leva em consideração e trabalha DIRETAMENTE com eles para subir nas pesquisas.

Dois exemplos.

1- A quantidade de backlinks (sites que apontam diretamente para o seu) é um dos fatores que o Google mais levam em consideração para rankear bem. Sendo assim, o Black Hat vai criar de forma manual muitos backlinks para seu site ao invés de esperar que eles surjam de forma espontânea. Esta segunda alternativa é muita mais demorada, muito mais penosa e os resultados levam bem mais tempo para surtirem os efeitos desejados.

2- A idade de um domínio também é um fator de relevância. Endereços de website antigos podem deixar de ser renovados por falta de interesse de seu dono. Qualquer pessoa pode registrar esse domínio para si ou comprar de alguém que detenha a posse. Você ganha um endereço cheio de relevância para usar em seus projetos. É muito mais fácil e rápido do que simplesmente registrar um domínio novo e trabalhar para que ele ganhe relevância. Você já comprou algo prontinho! Todo o trabalho de divulgação que o dono original fez agora trabalhará a seu favor! Você pode comprar um punhado destes domínios expirados e relevantes e criar uma PBN (Private Blog Network). Uma rede de blogs que passará autoridade para seus projetos garantindo boas posições nas pesquisas. 

É claro que o Google vai dizer que isto é errado, pois o interesse dele é que você compre a primeira posição anunciando no Adwords. Se todo mundo aprender a chegar na primeira página sem pagar anúncios ninguém mais vai querer anunciar. A empresa protege seus interesses e seus lucros, mas nós também devemos pensar em nossos interesses.

O que pode acontecer de pior?

Calma, a Polícia Federal não vai chutar a porta da sua casa e te levar algemado se usar técnicas Black Hat. Porém, a verdade seja dita: a utilização destas técnicas não são isentas de riscos. Você deve usar por sua própria responsabilidade.

Existem muitas técnicas Black Hat: algumas mais agressivas e outras mais conservadoras. Algo de ruim que pode acontecer é o seu site ser penalizado e despencar ou desaparecer das pesquisas. Se não houver condições de recuperação você perdeu aquele projeto e todo o dinheiro investido nele. É um risco que estará sempre presente e você deve ter consciência. Quem usa as técnicas assume os riscos. Até um site seu ser penalizado ele já desfrutou de boas posições e você já ganhou vendas como afiliado que muito provavelmente compensaram o seu gasto para criar toda a estrutura.

Se um projeto ficou permanentemente prejudicado você simplesmente abandona e começa outro. Da mesma forma que a turma do Facebook Ads tem uma conta bloqueada e cria outra pra continuar trabalhando.

Esta foi apenas uma pincelada sobre o tema. O algoritmo do Google é uma máquina. A única coisa que ele faz é analisar dados frios. Ele não faz analises subjetivas, como entrar em um blog, ler um texto e saber se ele é relevante ou não para os usuários. Esta tecnologia ainda não existe. Texto bem escrito só funciona para converter vendas, mas para posicionar no Google não adianta muito. Se não fosse desta forma não haveriam pessoas posicionando sites em boas posições com textos confusos ou pior: até sem texto nenhum. O que dizer dos gringos que se cadastram em programas de afiliados brasileiros e posicionam blogs em ótimas posições com texto mal escrito do Google Tradutor?? É por esta razão que você deveria cogitar a possibilidade de usar técnicas Black Hat em seus projetos.

Eu não quero entrar no mérito da questão de julgar se isto é certo ou errado, isso é cada um que decide por si só. Mas se você não usa Black Hat e seu amigo usa e faz muitas vendas o que é que te impede de fazer o mesmo que ele faz e ter os mesmos resultados? Para eu ganhar uma comissão não quer dizer que eu tenho que tirar a sua. Nós dois podemos ganhar ao mesmo tempo.

Post:
Data:
Assunto:
Black Hat
Classificação:
5