Cuidado Com Os Ladrões de Cursos!

OBS: Antes de começar, acho interessante me antecipar e deixar algumas coisas bem claras: não é intenção deste post incentivar a prática da pirataria ou de qualquer tipo de atividades ilegais.

Os ladrões de cursos.

Enquanto muitas pessoas estão estudando sobre internet marketing focadas na melhor maneira de construir seu negócio outras que se consideram mais espertas do que a maioria querem criar esquemas para se darem bem. Estou falando da cópia e distribuição ilegal de cursos na internet.

Vejamos alguns exemplos para ilustrar: hotmart-mercadolivre

O Mercado Livre tem sido um verdadeiro paraíso para os piratas e espertinhos de plantão. Podemos ver, por exemplo, cursos como o Top Afiliado sendo vendidos por R$ 15,00. Diversos outros cursos também estão sendo vendidos a preço de banana. 

hotmart-todaofertauol

Outro exemplo de site condescendente com a pirataria é o Toda Oferta UOL. Encontramos o Top Afiliado dado praticamente de graça: R$ 9,99 dividido em 2 vezes de R$ 5,22. A mesma situação é encontrada em muitos outros sites. Alguns também realizam a prática de trocar cursos entre si.

Se está caro, vou comprar um piratão.

A pirataria parece fazer parte da nossa sociedade. A justificativa mais comum é a de que o preço de determinados itens está caro demais e a opção é comprar um similar a um preço mais barato, assim as pessoas podem usufruir do mesmo e economizar seu dinheiro. Elas sim são espertas, idiota parece ser aqueles que pagam o valor integral das coisas.

Este raciocínio não está completamente errado. Produtos brasileiros são caros e a carga tributária é extremamente elevada. Mas será que a pirataria é a melhor solução? Será que fazer algo errado para compensar outra coisa errada me faz agir corretamente?  Será que a pessoa que opta pelo produto pirata tem qualquer direito a reclamar de preços elevados?

Eu defendo o preço justo das coisas e uma carga tributária menos massacrante. Não é justo piratear, da mesma forma que também não é justo pagar a peso de ouro pelas coisas que compramos. Ainda mais no Brasil que tudo é caríssimo e tudo é de má qualidade. Mas só tem direito a reclamar aqueles que agem corretamente. É uma hipocrisia reclamar de preços elevados aquelas pessoas que se gabam de usar o gato net, instalações elétricas irregulares, filmes pirateados, etc. 

Piratear é ideia de ladrão.

Vou desagradar muita gente escrevendo este tipo de coisa. Mas esta é a minha opinião taxativa. O pirata se sente justificado a piratear para poder escapar dos altos preços. O pensamento é: “se não posso obter legalmente, vou obter ilegalmente.” É quase a mesma justificativa que o ladrão tem para tomar bens alheios usando armas, pois se ele não consegue o que deseja das formas tradicionais ele apela para o mais baixo nível. 

Tanto o ladrão como o pirata acreditam estarem justificados. São heróis que lutam contra as injustiças sociais.  Eles não percebem, mas isto é apenas um atestado de fracasso. É gritar bem alto para o mundo que você tem uma condição financeira ruim e é incapaz de prover suas necessidades.

 

Os piratas do Hotmart.

Basicamente o pirata de hotmart age da seguinte maneira: ele compra um determinado curso, tem acesso ao mesmo, copia tudo o que pode copiar, grava em seu computador e logo depois pede reembolso do valor pago. A seguir, ele hospeda todos os arquivos de seu computador em um servidor da internet e faz um anúncio em um site como Mercado Livre, Toda Oferta UOL (como vimos acima), ou outro site do tipo. O interessado faz o pagamento e tem acesso aos arquivos pirateados

 

Os produtores estão ciente desta situação.

Os produtores de cursos sabem muito bem que a pirataria está correndo solta. É por este motivo que eles estão tomando suas atitudes para coibir esses abusos e frear a ação dos espertinhos. Você se engana ao pensar que a internet é terra sem lei e ninguém fará nada com respeito a pirataria de cursos. Temos o exemplo do Érico Rocha que tem seu curso Fórmula de Lançamento entre um dos mais pirateados e vendidos pelos espertinhos. Érico contratou uma empresa especializada no combate a pirataria e irá pegar firme e de forma contundente com todos aqueles que fizerem cópias ilegais de seu curso. Se você estava querendo piratear o curso dele é melhor ficar esperto! 

O barato sai caro!

Existe vários problemas na compra de cursos pirateados: 

  • O pirateador pode ter que lidar com um processo judicial movido pelo produtor do curso. Isto é coisa muito séria!
  • Você não tem direito a reembolso. O pirata não tem obrigação nenhum de devolver seu dinheiro.
  • Você não tem suporte técnico. O pirata não tem obrigação de tirar suas dúvidas.
  • Você não tem acesso a atualizações. Pode comprar cursos desatualizados e o problema é todo seu.
  • Você corre o risco de cair em um golpe. Pode pagar pelo curso e não receber nada.
  • Você está prejudicando pessoas que trabalham como afiliados divulgando honestamente.
  • Você está prejudicando o produtor daquele curso que teve muito esforço para criar e disponibilizar aquele material.

 

Coloque-se na pele de um produtor ou um afiliado.

É fácil bancar o Robin Hood da internet quando você não depende de nenhum empreendimento digital e nem está comprometido com outras pessoas. Robin Hood pra mim é um ladrão safado.

A pirataria que corre solta e sem controle reforça ainda mais o estigma de que o brasileiro é desonesto, preguiçoso e quer levar vantagem em tudo sem pensar nas consequências. Quando as pessoas pensam apenas em seu próprio benefício a pirataria parece justíssima. Mas, e se você fosse um produtor de cursos? Você iria gostar de ver a sua obra prima sendo vendida mais barato que chuchu na feira no Mercado Livre? E se você fosse um afiliado que trabalhasse recebendo comissões? Iria gostar desta concorrência desleal? Claro que não!

Existe muito tempo, suor e esforço empregado no desenvolvimento de um curso. Tanto produtores quanto afiliados batalham duro. Os produtores gravam centenas de horas de vídeos, precisam de equipamentos de ponta, contratam profissionais e colocam em jogo todo seu conhecimento, credibilidade e experiência.

Com os afiliados não é diferente: Eles se esforçam, fazem cursos para se especializarem, contratam hospedagem, compram domínios, compram autoresponder e pagam anúncios no intuito de divulgar aquele curso para receberem suas comissões. 

Então, aparece um Zé qualquer, que se acha mais esperto que ambos, atravessa todo o processo, pega esse mesmo curso e vende a R$ 10,00 no Mercado Livre. Passou por cima do produtor e do afiliado que tanto lutaram para se estabelecerem. É justo agora? 

O problema não é o preço de um curso.

Você pode estar convencido de que determinados cursos são caros demais por estarem fora do seu poder aquisitivo. Mas o problema, não é o curso. Não é o preço deles que precisa baixar, é o SEU poder aquisitivo que precisa aumentar! Cursos do tipo “ganhar dinheiro na internet” foram desenvolvidos para pessoas de perfil empreendedor. Se você se interessou por algum curso, mas não tem os recursos para adquirir, o seu primeiro desafio como empreendedor digital é conseguir os recursos para comprá-lo. Se você não se sente capaz, não terá condições de prosseguir.Não adianta comprar o curso por R$ 10,00. Você vai desistir depois! 

– Vai se desapontar quando não encontrar uma hospegadem pirata.

– Vai se desapontar quando não encontrar um autoresponder pirata.

– Vai se desapontar quando não encontrar um suporte pirata.

– Vai se desapontar quando não achar um plugin pirata.

– Vai se desapontar quando não encontrar um domínio pirata.

– Vai se desapontar e sentir falta de alguém que lhe ofereça uma solução pirata.

Você pode ter todos os cursos de graça nas suas mãos, nem isso irá resolver! Da mesma forma que ter uma arma nas mãos não lhe faz um atirador profissional.

Um pirata pode lhe vender qualquer coisa, ele só não pode lhe oferecer vontade de empreender.

  • João

    Artigo criado em windows pirata

    • 1- O post não tem como objetivo discutir a pirataria de softwares.

      2- Pode ser difícil para você acreditar, mas meu Windows é original, bem como todos os cursos que eu compro. Poderia até lhe enviar uma foto, mas não vou entrar neste mérito.

      3- Ainda que fosse Windows pirata. Não é salvo conduto para todos optarem pela pirataria. Você deve fazer o que a sua consciência mandar, e não o que eu fizer.

      Forte abraço.

  • Esse João deve ser um pirateiro safado, bando de FD*, o nicho de marketing digital é cheio desses vagabundos, eu mesmo já tive venda de cursos que em 1 semana depois o meliante pediu reembolso sem qualquer explicação, como a venda ocorreu às 4 da manhã, tenho certeza de que era um vagabundo. É igual caso de racismo, enquanto não tiver um que se fod*r para servir de exemplo, vai ter um monte de larápio fazendo.

    • Susana

      Infelizmente isso tem acontecido com uma relativa frequência. Existem pessoas mal intencionadas que adquirem os cursos apenas com o interesse de copiar e gravar tudo o que puderem, pedir o reembolso e depois vender o curso de forma ilegal por um valor muito abaixo do que ele realmente custa. Não entendo todo esse trabalho, é bem melhor vender de forma legal e você lucra da mesma maneira se fizer um trabalho profissional.

      Estes piratas só contribuem para sujar o ramo do marketing digital. Quando uma pessoa tem problema é claro que ela vai procurar resolver com o produtor do curso, que nem vendeu nada para ela.

  • R$ 9,99 Vou já é comprar cansei de ser enrolado pela hotmart e a panelinha dos super autores (todo ano eles escolhem um para enricar)… hotmart furada!!!

    • Prezado Emanoel Sales.

      Atualmente temos esse tipo de situação: muitos criaram um verdadeiro mercadão de produtos digitais e piratas. Estas pessoas abençoadas vendem os cursos a preço de banana ou trocam entre si através de rolos e cambalachos. Eu mesma não envolvo meu nome nisso. Pra que ganhar dinheiro com maracutaia se posso ganhar dinheiro limpo? Eu não sou desse nível.

      Creio que esteja analisando esta questão de um ponto de vista superficial.
      Panelinha tem em todo lugar. No trabalho, na faculdade, na sua vizinhança e por que não teria na internet? Isso existe mesmo, nem adianta mentir. Isso teve e sempre vai continuar tendo.

      Esta questão dos cursos piratas é uma faca de dois gumes. Se você olha só para o lado de quem compra parece uma boa ideia comprar por valores bem baixos. Mas se você olha para o lado de quem produz esse tipo de conteúdo então a coisa fica um pouco diferente. Se você faz um trabalho é justo receber a recompensa e o reconhecimento por ele. Quem quer trabalhar desenvolvendo material para que outras pessoas comprem a preço de banana sem dar os devidos créditos a quem fez todo o esforço de produzir?

      Quem pensa com cabeça de afiliado está pouco se lixando. Só quer ganhar comissãozinha e ponto final. Mas quem quer dar um passo adiante quer futuramente ser também um produtor de conteúdo e criar seus próprios cursos. Quem chega nesse ponto trabalhou bastante. É justo pra ele ver seu material nas mãos de pessoas que pagam o menor valor?

      O Hotmart é só uma plataforma. É só uma ferramenta. A forma como ela vai ser utilizada depende de quem usa.

      Quem se volta para os cursos baratos já começou errado. Já admite pra si mesmo que não tem grana pra comprar um bom curso. Se alguém quer se estabelecer na internet tem que ter o mínimo de visão empreendedora. Se tu não tem os recursos, você se vira e consegue. Se nem isso é capaz de fazer já fracassou antes mesmo de começar. Vai comprar um curso mais barato que 2 pastéis na feira pra quê? só pra ele ficar ocupando espaço em seu H.D? De que valem alguns desses cursos que são vendidos hoje que já estão meio desatualizados, sem garantia de satisfação e sem o suporte do produtor?

      A ação desses piratas também atrapalha quem quer fazer um trabalho profissional, honesto e decente. Imagina o cara que cria seus blogs, faz vídeos, investe em anúncios competindo com a turminha da pirataria que se acha mais esperta que todos os demais? Óbvio que vários vão querer comprar do mais barato. Quem sabe quantas pessoas já deixaram de ganhar suas comissões por conta desses piratas sujos e desonestos.

      Entre ganhar uma comissão de R$ 100 trabalhando de forma correta e fazer uma venda de R$ 100 de um material ilegal fruto de pirataria por que diabos alguém optaria pela segunda opção? Não tem lógica, é a vontade de querer ser mais esperto que todos.

      Não importa se pagou R$ 900,00 em um curso. O importante, no fim das contas, é recuperar o investimento e lucrar. Se pagou R$ 900 e ganhou R$ 1.800 mil foi um investimento que valeu a pena. Com a excelência não se economiza.

      Tem outro ponto que muitos ignoram: a maioria das pessoas que está dando seus primeiros passos na internet são iniciantes que precisam de muito apoio e suporte. Você acha mesmo que são todos que são capazes de pegar um curso completo e se virarem sozinhas? É aí que entra o suporte. Com quem os compradores do pirata vão tirar suas dúvidas? Seria irônico se eles fossem atrás do produtor pra isso. Não é?

      Conforme vai vendo, a pirataria de cursos do Hotmart não é tão inofensiva como muitos podem pensar. Outro problema que os vendedores piratas criam é sujar a imagem dos produtores. Se uma pessoa compra o curso, mesmo do pirata, e tem algum tipo de problema ou quer um reembolso ela pode acabar indo reclamar do produtor que não tem nada a ver com a história. Fora os bônus não dados e promessas não cumpridas que eles fazem na tentativa de forçar mais vendas. Quem vai acreditar na honestidade de vendedor de produto pirata? Faça-me o favor….

      Depois o brasileiro não entende porque não tem uma saúde decente, um transporte de qualidade e uma segurança eficiente. Ele vê tudo ruim e no lugar de lutar para melhorar ele quer ser mais um a estragar com tudo. Com sua visão superficial ele só quer ganhar no curto prazo esquecendo-se de pensar no futuro.

      Comprar cursos piratas vai da opção de cada um. E se você acha injusta a panelinha do Hotmart não é fazendo outra coisa injusta que você vai se justificar. Se fazem coisa errada e você percebe tem que fazer a coisa certa para depois ter moral para poder falar.

  • realmente os cursos estão sendo vendios a preços baixisimos e o esforço do produtor fica a onde?

    • Olá Pedro

      A grande verdade é que ninguém liga para o trabalho do produtor. Muitos não fazem ideia de quanto tempo, planejamento, testes e investimentos estão por trás de um lançamento. As pessoas se concentram apenas em tomar posse destes cursos e não focam no principal: colocar os ensinamentos em prática.

      Tem gente que tem acesso a mais de 1.000 cursos adquiridos de forma ilegal. Cursos de muita qualidade são vendidos a preço de banana, como R$ 9,90 ou menos. Isto é um desrespeito total.

      Quem trabalha desta forma contribui para a depreciação e estigmatização do mercado de marketing digital com essas práticas predatórias.

      Volto a frisar: o importante não é quantos cursos uma pessoa tem acesso, mas sim o que ela faz com eles e os ensinamento que põe em prática que a farão ter os resultados que ela busca.

      Obrigado pelo seu comentário e sucesso pra você.

  • Caroli

    Sinceramente vc está incentivando as pessoas comprar cursos piratas, eu por exemplo não sabia disso agora graças a vc só vou comprar cursos piratas

    • De modo algum. Seguindo a sua lógica os meios de comunicação estão incentivando as pessoas a cometerem crimes. Diariamente saem notícias na mídia sobre corrupção, terrorismo, sequestros, roubos, tráfico de drogas e toda sorte de crimes. Se todos parassem de noticiar será que os crimes cessariam por si só? Creio que não.

      Nenhum criminoso comete crimes por influência de algum veículo de comunicação. Ele comete porque já tinha a índole perversa. Alguma notícia poderia apenas desencadear a atitude nefasta.

      Se você quer consumir produtos piratas pelo menos assuma 100% da responsabilidade e consequências. Não diga que foi influenciada por terceiros. Diga que está fazendo PORQUE QUER.

      Você não sabia destes fatos, da mesma forma que outras pessoas também não sabem. Não podemos manter ninguém na ignorância por muito tempo. O objetivo aqui é apenas expor fatos, qualquer um que entre aqui é adulto e capaz de tomar suas decisões.

      Quem compra curso pirata está dizendo pra si mesmo que não tem dinheiro para comprar o original. Eu não vejo isso como vantagem, pra mim isso é um atestado de fracasso. É a mesma mentalidade do ladrão que rouba por que supostamente não teria condições de comprar. Só aqui no Brasil a roubalheira é cultural e institucionalizada.

      Quem compra do pirata não tem apoio, suporte e a garantia de devolução do dinheiro. E em alguns casos você pode até não receber algo que comprou. Pois o vendedor pirata é apenas alguém utilizando-se de meios desonestos para obter vantagem, ele não tem compromisso nenhum com os compradores. Você vai confiar em alguém com esse tipo de índole?

      A pirataria na cara dura é ruim para a saúde dos negócios online e todos perdem para que alguns poucos ganhem umas mixarias.

  • Lucas

    Uma coisa a ser entendida aqui é o seguinte: Quem compra curso pirata, não chegará a lugar nenhum. Tudo, absolutamente tudo que fazemos volta pra nós. E ninguém escapa dessa regra, uma hora a máscara cai. Somente quem luta, persiste e tem a consciência limpa é que vence, ao passo que muita gente está aí afobada pra ganhar dinheiro de qualquer jeito, e não é assim que funciona. Lembrando: Dinheiro que vem fácil, se vai fácil. Vai embora na mesma velocidade que entra. Uma pessoa que não tem nem organização financeira pra comprar um curso legalizado, não tem índole, não respeita os colegas de plataforma, não está pronto para ter resultado.
    Você pode reparar: Enquanto tem um monte de gente reclamando, falando mal da Hotmart por não aguentarem realizar um trabalho sério e transparente, tem gente que está aí, só crescendo e ajudando os outros com um trabalho de qualidade. As pessoas podem achar que são muito espertas… Mas não é assim que as coisas funcionam, e um dia, todos nós vamos perceber isso.

    • Lucas, gostei muito do seu comentário. Parabéns pelas palavras.

  • Wander Augusto

    Olá Susana, artigo bastante interessante, estou iniciando no estudo de Marketing Digital e recentemente eu me afiliei Hotmat e estou tendo dificuldade nas vendas. Estou estudando muito e aprendendo a criar estratégias de venda.

    Criei um site voltado para mercado de afiliados, http://www.wasup.com.br, nele divulgo cursos e ebooks.

    Estou “penando pra vender” ai você me alertou sobre este tipo de crime, na primeira imagem já vi um dos cursos que estou promovendo, seu valor R$497,00 e no ML por R$35,00.

    http://www.wasup.com.br/produto/formula-negocio-online/

    Complicado, tanto para o produtor quanto para o afiliado.

    Abraços.

    • Seu blog tem um layout muito bonito. Você agregou as redes sociais. Está indo no caminho certo. Talvez o interessante seria incluir um autoresponder, capturar o email dos visitantes e oferecer a eles uma isca digital, um ebook exclusivo seu. De tempos em tempos manter o contato com sua audiência e enviar algumas ofertas. Você sabe, fazer aquilo que os cursos ensinam. Não sei se fez algum, mas aparentemente você deve ter feito.

      Outra alternativa é ter um canal do youtube. O próximo passo seria o tráfego pago com Facebook ADS e Google Adwords.

      Enquanto este blog não emplaca você pode ter outros projetos paralelos. Focar em um nicho específico e fazer um mini site para rankear no google e ganhar com tráfego orgânico. Pense em ampliar sua area de atuação focando não apenas em produtos digitais, mas produtos físicos também. Aqui mesmo no blog tem outras opçoes de programas de afiliados.

      Com relação a pirataria é um caso sério. Está manchando o ramo do marketing digital. Mas os produtores estão em cima, e alguns já possuem núcleo jurídico especialmente para tratar desses piratas. Alguns já estão enrolados com a justiça respondendo processo por violação da lei dos direitos autorais. Sem falar que a multa é pesadíssima. Engana-se quem pensa que internet é um faroeste onde todos fazem o que querem. Nem sempre é assim. Por isso temos que ficar contra, e olhando pela parte lógica é um modelo insustentável que funciona hoje e amanhã talvez não funcione mais.

      Forte abraço e sucesso.

      • Wander Augusto

        Olá Susana, estou sem palavras pra te responder, bacana demais saber que você avaliou meu blog e ainda me deu ótimas dicas, vi que ainda tem muito para desenvolver.

        No que você me disse, apenas eu já estava estudando a “ferramenta” autoresponder e pensando no tema baseado no meu conhecimento para criar um ebook e também já venho fazendo alguns anúncios no Facebook.

        Em relação ao estudo, eu não fiz nenhum curso ainda, vou terminar de implementar a usabilidade da isca e ai sim vou partir para os cursos. E na sequência seguir suas orientações. Criar canal no YouTube nem tinha passado na minha cabeça, quanto mais um mini site, vamos ver se daqui alguns anos estarei próximo ao seu padrão de serviços.

        Obrigado novamente pela sua consultoria.

        Espero que a pirataria não nos prejudique mais!!!

        Abraços!!!

        PS.: Não sou Pokémon, mas capturou mais um leitor.

        • Olá Wander

          Este blog ele é um tanto quanto “parcial” pois em grande parte carregam minhas opiniões pessoais, portanto ele foge um pouco do padrão dos blogs deste nicho de marketing online.

          Percebo que está bem animado e engajado. Já que está aprendendo por conta própria tome cuidado para não perder o foco. Você não está seguindo nenhum roteiro pré-determinado. Mas a essência do empreendedorismo é justamente fazer as coisas por si só.

          Daqui alguns anos você vai estar de férias em Dubai gastando o valor das suas comissões, isso sim.

          A pirataria não vai nos prejudicar. É o inverso: o pirata é quem prejudica a si mesmo. O mercado brasileiro é grande, cheio de oportunidades e todos os dias uma pessoa acessa a internet pela primeira vez. Sempre vai ter um cliente em potencial para comprar qualquer tipo de produto. E com relação ao mercado internacional é melhor ainda.

          Desejo muito sucesso a ti e espero que o marketing online seja para sempre uma constante em sua vida.

          Att.

          • Wander Augusto

            Obrigado novamente Susana, Dubai faz parte dos meus sonhos!!! Vamos ver.
            Depois vou te reportar como está o andamento dos meus negócios e talvez (certamente) lhe peço ajuda outra vez.

            Sucesso sempre!

            Abraço!

          • Opa, toda realização é precedida de um sonho. Estou aceitando cases de sucesso e seria um prazer expor aqui sua história para inspirar outras pessoas. Forte abraço.

  • Lucas Lago

    Acabei de descobrir que piratearam meu curso, o ladrão criou outro site plágio para revender. Não sei nem por onde começar, alguma dica de como processar esse cara?

    • É por este motivo que sou radicalmente contra pirataria. Lamento muito que esteja passando por isso.

      Primeiro, reuna o máximo de provas que conseguir. Tente obter o nome da pessoa, tire print do site, tente ver informações de contato, do lugar onde ele esteja, etc. Se é um domínio próprio use o whois para tentar obter mais informações. Printe tudo o que conseguir. Se for possível, compre a versão pirata para tentar obter ainda mais algum detalhe do vendedor pirata.

      Nesses sites você pode fazer uma denúncia:

      http://clickoriginal.org/index.php?lang=pt-br

      http://www.abdr.org.br/denuncie.html

      Eu sugiro que você converse com um advogado que seja especialista em crimes cibernéticos para ter uma assessoria jurídica completa e você possa explorar todas as possibilidades. Entre no link abaixo, especifique seu problema e em pouco tempo você receberá respostas de advogados na sua cidade lhe dando respostas bem embasadas sobre como proceder neste caso. Este site é muito bom e você terá um respaldo completo. Se for o caso, poderá até mesmo contratar alguém para defender o seu caso.

      http://www.jusbrasil.com.br/home

      Se for possível, retorne para dizer como resolveu seu problema para que possamos prestar um esclarecimento para quem também estiver na mesma situação.

      Espero ter ajudado.

      • Lucas Lago

        Obrigado pela resposta rápida e explicativa Susana! É realmente triste saber que alguém comprou meu curso só para piratear… muito úteis esses links. Obrigado!

        • Obrigado Lucas

          Só mais um detalhe: tente não confrontar diretamente o pirateador. Ele pode tirar as páginas do ar e vai ficar bem mais difícil pegá-lo.

          Se você é produtor de conteúdos essa situação chata será uma constante. Os principais produtores dos principais cursos já possuem um núcleo jurídico especialmente para lidar com essas situações. Os piratas são facilmente identificados e localizados. A multa é pesadíssima e uma dor de cabeça jurídica sem tamanho.

          A lei estará com você. Até porque esses pirateadores não estão ganhando tanto assim. Duvido que vão conseguir representação para se protegerem de um possível processo que você mova contra eles. Isso é causa ganha.

          O ramo do marketing digital precisa de uma faxina geral para nos livrarmos deste tipo de situação que só serve para estigmatizar o mercado como um todo.

          Eu espero que consiga resolver essa questão.

          Att.

      • teleko shopping

        bom dia Suzana, isso que disse de procurar o a Justiça nao funciona tem um funcionario gradudado dentro do mercado livre que tem parentes na justiça e la nada funciona, quer dizer funciona para o Mercado livre, os processos estao empilhados, e ele não julgam , o que preciso e juntar todos que foram lesado pelo mercado livre e entrar com uma açao cominitaria e pedir a retirara do site em são paulo.

        • Amigo, talvez a justiça possa até não funcionar para o Mercado Livre, mas para quem distribui e vende cópias pirateadas funciona sim, e muito! Essas pessoas podem ser facilmente identificadas e processadas. A multa é pesadíssima.

          Eu posso afirmar que alguns desses piratas são sim acionados pela justiça e precisam responder pelos seus atos. Lhe asseguro que não é nada confortável estar nesta situação. Muitos produtores possuem um núcleo jurídico só para tratar desse assunto. Fica o alerta para quem pensa que pirataria é algo inocente que não dá em nada. Melhor desistir desse modelo e tentar algo melhor. Eu recomendo isso para todos que pensem em criar um modelo de negócios sustentável, escalável e durável. De nada adianta ganhar dinheiro agora e amanhã não ganhar nada.

          É desanimador constatar a complacência do Mercado Livre diante do assunto pirataria. Consumidor é tratado feito lixo em nosso país.

  • teleko shopping

    Suzana, como vc pode ver e isso ai, os politicos agora estao fazendo a manora de aprovar os crimes que eles cometeram de roubar e como piratear, se a li for apovada o MERCADO LIVRE .estra proto aproveitar brechas e cair fora, ESTE PAIS E PIRATA, E TEMOS UM MERCADO QUE E LIVRE.

    • Pior para o ecossistema do marketing de afiliados. Se a pirataria sobressair ninguém vai se animar a produzir e divulgar conteúdo. Todos saem prejudicados. Muitos já estão migrando para outros países e desistindo de vez do Brasil.

  • Extase Brasil

    Não sou a favor da pirataria, mas jamais serei contra o acesso a informação mesmo de forma tortuosa. Se a pessoa não tem condição de comprar o original, ela compra a cópia e tira dela as informações necessárias e pra isso ele precisa pesquisar sobre a versão pirata.

    Eu mesmo cansei de comprar cursos caros entre 2009 e 2012, produtos que prometiam mundos e fundos e na verdade eram só teorias e práticas da pior qualidade. Nunca pedi reembolso, afinal eu ia fazendo o curso ao poucos e ao terminá-los já tinham passado do prazo e sei que se eu solicitasse o tal reembolso nos primeiros dias, seria uma grande burocracia para receber de volta, eu na verdade só pedi de um curso e custei muito para receber, depois de vários e-mails.

    Hoje, só compro cursos piratas, pois não aperta o meu bolso e torna-se algo muito menos arriscado do que comprar o original e por disso já consegui cursos maravilhosos, ao contrário do tempo que pagava os originais. Agora, se o curso pirata que você comprou é bom e passa por atualizações realmente importantes, ou tem acesso ao grupo reservados de apoio e discussões, aí vale a pena depois de aprovado o conteúdo pirata, investir seu dinheiro no Original, pois de fato aquela Curso agrega valor e seu produto merece todos os méritos.

    Eu jamais, faria pirataria de cursos por não compensar financeiramente, o tempo gasto e principalmente a possibilidade de ter problemas graves com questões judiciais.

    Portanto, não defendo e nem apoio os piratas, pois assim como os produtores, também há piratas aplicadores de golpes em seus compradores.

    É livre o direito de todo e qualquer produtor que se sinta prejudicado por piratas de reclamarem junto ao Mercado Livre ou qualquer outro site que os ofereça até mesmo gratuitamente, inclusive ingressando com Ações Judiciais.

    Na internet seja no Brasil ou no exterior a grande guerra é por acesso a tudo, desde cursos, filmes, músicas de forma gratuita. Essa guerra não irá terminar tão cedo, pois está apenas começando.

    Cabe a nós consumidores, escolher qual o melhor caminho, original ou pirata, analisando qual é o custo-benefício. Em casos de produtos virtuais, como cursos, filmes e músicas, caso tenha algum prejuízo na pirataria não será desastroso, mas em caso de calçados, óculos, alimentos e medicamentos produtos não-originais poderão ser extremamente danosos a saúde de seu comprar.

    Então, ao fim de tudo, devemos saber os riscos que corremos ao adquirir qualquer produto ou serviço, mesmo sendo Original, afinal, os Procons, Juizados de Relações de Comércio e Pequenas Causas estão lotadas de reclamações, sobre Produtos e Serviços 100% originais e com permissões de órgãos municipais, estaduais e federais para sua comercialização.

    No site Reclame Aqui, as maiores empresas de serviços e grandes marcas produtos, principalmente eletro-eletrônicos, estão em destaque.

    Portanto, aqui não defendo nem o Pirata e nem o Original, defendo somente o apresenta Qualidade.

  • Negócio A2

    Já vi isso acontecer muitas vezes. Tem gente oferendo curso que custa R$497,00 por R$ 9,99 em vários grupos de Whatsapp…., lastimável para quem trabalha honestamente como todos nós afiliados e produtores !

    • Sim, existem verdadeiras quadrilhar organizadas fazendo este tipo de trabalho. Os produtores estão cientes e estão se organizando para tentar coibir estas práticas. infelizmente, as leis frouxas do nosso país favorecem a pilantragem